Precisamos falar sobre 9-1-1 nova série do FOX Life

“É estranho que eu me sinta mais confortável lidando com estes tipos de emergências?” diz em off Abby Clark (Connie Britton de Friday Night Lights e Nashville) após nos contar que sua vida está péssima (sua mãe tem Alzheimer, seu casamento acabou e ela se sente engolida por seu trabalho) e que trabalha como atendente no serviço de emergência da cidade de Los Angeles.

Este é apenas o começo de um episódio que pouco tempo nos deixa para respirar, que nos apresenta uma dezena de personagens, quase todos com dramas próprios bastante pesados, e que funciona que é uma maravilha. Se você acha que dramas procedurais são entendiantes ou todos iguais, pense novamente.

9-1-1 é a nova série de Ryan Murphy (de Glee, American Horror History e FEUD) e somente isso já seria motivo o bastante para sabermos que teríamos algo diferente. Junte-se o fato de que ele escolheu a dedo seu elenco principal e o fato das ligações do 911 serem uma fonte provavelmente inesgotável de estranhas histórias e temos o motivo pelo qual a série foi considerada a segunda melhor estreia desta temporada nos EUA e já tenha sido renovada para a segunda temporada para uma segunda temporada de 16 episódios.

E a série desembarca no Brasil no próximo dia 26 de abril, às 22h, com exibição de um episódio duplo no canal FOX Life. No FOX App o primeiro episódio ficará disponível na plataforma por 15 dias, demais episódios estarão disponíveis semanalmente no FOX App para acesso de assinantes Premium e FOX+.

Temos, além da já citada Connie Britton, Peter Krause como Bobby Nash, líder de um grupo de bombeiros, e Angela Basset como a policial Athena Grant. Com um trio desse, como errar? No caso de Krause eu ainda digo: thanks God pelo cancelamento da péssima The Catch que o permitiu estar aqui. Sabe aquele brilho no olho que um ator tem quando está curtindo o papel que está desempenhando? Está ali.

Bobby está de volta ao trabalho depois de enfrentar problemas por conta do alcoolismo e semanalmente se confessa na igreja para lembrar a si próprio o que quase perdeu. Já Athena está em seu próprio inferno vendo seu casamento desabar e seus dois filhos adolescentes com raiva (e é um daqueles casos em que eles quase sempre tem raiva de você, mesmo que você não tenha nenhuma culpa disso).

Em meio aos próprios problemas eles serão responsáveis, episódio a episódio, por responder aos chamados recebidos, o que, no piloto significa:

  • uma garota sendo enforcada por sua própria cobra
  • uma tentativa de suícidio
  • uma invasão de casa em que uma criança está sozinha
  • um homem dizendo que ouve um bebê chorando em sua parede

E eu não vou entrar em detalhes sobre cada uma dessas situações porque tiraria parte da graça de assisti-lo, mas adianto que nem sempre existe um final feliz envolvido – porque afinal, na vida real, nem sempre temos.

O que eu adianto é que 9-1-1 traz algo bastante “fresco” para a já batida fórmula de explorar uma equipe de policiais, bombeiros e/ou paramédicos realizando seu trabalho com o bônus de você se apegar aos personagens logo de cara. Meu conselho: veja e aproveite.

2 Comentários em “Precisamos falar sobre 9-1-1 nova série do FOX Life”

  1. Claudia Braga

    Valeu pela dica, Simone, essa já estava na minha lista e depois dessa sua resenha vou ver com certeza!!

  2. Cleide

    Opaa … agora fiquei ansiosa !

    Mas ainda fico cabreira com essa estreia, vou explicar, como se trata de um dos canais FOX e se a série for tão boa é bem capaz da 2ª temporada acabar indo pro FOX Premium …. e aí danou !

    A minha maior raiva deste pacote Premium é a deslealdade, o grupo FOX apresenta séries pelo seus canais básicos e depois transfere para o pacote Premium, isso é desonesto demais. Aconteceu com Homeland / The Americans / Da Vinci’s Demons / Outcast / Wayward Pines e agora com Legion.

Leave a Reply