4 Comentários em “Blue Bloods: Parenthood (02×14)”

  1. Libriane

    Não sei pq a Erin não jogou limpo de uma vez sobre o caso do assassinato, sobre ter contratado um bom advogado de defesa e tb para com a filha. No segundo caso, acho que não dá pra cobrir o sol com a peneira, os filhos sentem, crescem acreditando naquilo que não foi contado.

    Prefeito e Frank, ôh dupla maravilhosa. O joguinho “eu sei que vc sabe, mas não vou dizer”, foi perfeito. Gostei de ver Frank do outro lado da mesa, mostrando a falta de poder e tb esperando sentado para que o sujeito o atendesse. Aquela boçalidade toda tava me dando nos nervos.

    Jamie apareceu quase nada, mas sua fala foi providencial, gostei da abordagem que ele deu ao caso… Seria um excelente advogado, talvez melhor que sendo policial.

    Na boa, até baralho eles jogam juntos? Essa menina não namora?

  2. Suzana

    Pois eu estou pegando birra com a Erin – vamos usar dois pesos e duas medidas, né? Porque vamos aplicar a lei direitinho no garoto que viu a mãe ser surrada por dois idiotas racistas, mas não vamos estragar a vida da pobrezinha bem-educada e filha do prefeito, nénão?

    Parei com ela – principalmente desde que ela disse que no Rio de Janeiro os promotores são corruptos.

Leave a Reply

Connect with Facebook