Elementary: Over a Barrel e Rekt in Real Life (5x13 e 5x14)

Elementary: Over a Barrel e Rekt in Real Life (5×13 e 5×14)

Dervo dizer que uma das coisas de que mais gostei em Over a Barrel foi suas cenas iniciais que permitiram que entendêssemos o quanto aquele pai havia tentado obter ajuda para descobrir os responsáveis pela morte de seu filho e porque ele estava tomando a medida desesperada de prender reféns naquele café.

Não que eu esteja dando razão para o que ele fez, a grande verdade é que algumas vezes algo só é importante para nós e nem sempre conseguimos fazer com que outras pessoas entendam isso e cedam um pouco de seu tempo para nosso assunto. Esse é um daqueles acidentes de percurso sem culpados, só que com vítimas.

E conhecendo Sherlock como conheço eu sabia que ele iria lutar o máximo que fosse para resolver o caso, mesmo que não existisse um risco para Watson. Em Atypical (não viu? veja já!), em determinado momento Sam, um menino com autismo, fala do erro que cometemos ao achar que eles não tem empatia, o que acontece na verdade é que nem sempre eles percebem o que a pessoa está sentindo, ou demoram a perceber. Mas assim que percebem eles sentem até mais empatia que outras pessoas ditas “normais” (normal é ciclo de lavadora de roupas, mas, né).

Sherlock é uma dessas pessoas que nem sempre percebe o quanto a outra pessoa está chateada – muitas vezes porque ele fez ou falou algo sem medir o impacto – mas quando ele percebe ele “tira a roupa do próprio corpo” para te ajudar. Neste caso foi mais que roupa: Sherlock aceitou ter seu cabelo raspado para colocar o culpado pela morte do rapaz na cadeia.

Agora, aqui entre nós: que caso mais complicado! Quem ia imaginar que o garoto morreu por causa do tráfico de xarope de bordo? Olha, ele custa uma pequena fortuna e confesso que peço para uma amigona me trazer do Canadá sempre que pode, mas tráfico foi demais para mim.

Rekt Real Life também teve suas viradas de roteiro – e eu gosto quando elas são das histórias e não dos suspeitos – começando com algo que parecia simples e descambando em uma trama que passou pelo tráfico de mulheres mais uma manobra de milhões para garantir a pesca comercial de focas no Alasca.

Esses roteiristas merecem meu reconhecimento, não é mesmo?

Ahhhh e não foi ótimo ver Sherlock careca? Continuidade, povo, é disso que os fãs gostam!!! E mesmo sendo uma série de um caso por semana é possível fazer com que os fãs tenham essa sensação boa de estar acompanhando o dia a dia de amigos próximos.

Em paralelo o pobre Shinwell teve uma inesperada reaproximação com a filha… Que se afastou no instante seguinte. Fiquei realmente sensibilizada por ele, principalmente quando ela fala que precisou dele, mas não quer uma relação com ele.

BATES MOTEL -- "Dreams Die First" Episode 505 -- Pictured: Rihanna as Marion Crane -- (Photo by: Cate Cameron/Universal Television)

Bates Motel: Dreams Die First (5×05)

Sim, a chegada de Marion é o grande destaque do episódio, a junção entre série e filme começa. Mas a grande verdade é que sua chegada ficou em segundo plano…

Continuar Lendo »
Agora eles são assim

The Big Bang Theory mudou. E isso é ótimo.

Dez anos, vinte e quatro episódios por ano. Isso é muita coisa, imagine inventar, inovar, continuar a surpreender e fazer rir durante todo esse tempo usando apenas um grupo de…

Continuar Lendo »
Aplicativo FOX Premium fica acessível para não assinantes de TV a Cabo

Aplicativo FOX Premium fica acessível para não assinantes de TV a Cabo

Nos mesmos moldes do que aconteceu com o serviço HBO GO no ano passado, agora é a vez da FOX liberar o acesso a parte de sua programação através do…

Continuar Lendo »