NCIS New Orleans: Man on Fire (3×03)

Olha, eu bem que tento, mas está sendo bem difícil “engolir a Gregorio e a coisa não fica mais fácil com ela a cada cinco minutos sugerindo que a equipe possa pedir uma ajuda ao FBI. Na verdade eu acho que fiquei mais tempo que o Chris de bico por conta disso, afinal já vimos que a equipe do NCIS de New Orleans funciona muito bem sozinha – tanto que conseguiram pegar o traidor da Segurança Nacional sozinhos.

Na verdade a nova realidade de Gregorio foi divertida nos primeiros minutos, quando ela aprendeu que não, não dá para esperar o pessoal da ciência forense chegar porque eles simplesmente não vem, mas  ficou cansativa depois. Na verdade todo o jeitão “deixa que eu chuto” dela exagerado demais para o meu gosto.

Bom, se o Pride disse que é melhor aguentá-la para que as coisas do cartel sejam resolvidas e então ela vá embora, eu digo: neste momento torço para que ela realmente vá embora.

E isso seria bom para ela também porque, como vimos neste episódio, ela sofre horrores com as quebras de protocolo, o faça você mesmo e o “pessoas antes das regras” que o pessoal do NCIS pratica também. Achei simplesmente absurdo eles poderem ir até o México para prender um bandido, mas não poder resgatar um cara que foi sequestrado.

 

Leave a Reply