Meus favoritos aos Emmys 2017

Devo dizer para vocês que não lembro de ter ficado tão satisfeita com uma lista de indicados ao Emmy como neste ano. Mas foi impossível também não lembrar de quando a HBO começou a dominar as indicações e o apresentador da noite lembrou do slogan da operadora: “It’s not TV, It’s HBO”.

Pois talvez chamar o Emmy de prêmio da TV é que talvez não seja mais válido tantos anos depois: somente a HBO faturou 111 indicações. Atrás dela a Netflix, com 91 indicações, cujas primeiras indicações aconteceram em 2013 e levantaram muitos questionamentos sobre a inclusão de produções de uma operadora de streaming na competição.

Outro serviço de streaming, o HULU, ainda que não tenha tido tantas indicações, tem grandes chances de faturar os prêmios principais da categoria drama – merecidamente – pela série The Handmaid’s Tale.

Abaixo a lista de indicados. Em vermelho os meus favoritos (que, milagre, tem chances reais de ganhar) e alguns comentários:

Melhor série dramática

Better Call Saul
The Crown
The Handmaid’s Tale
House of Cards
Stranger Things
This is Us
Westworld

Ainda não assisti a última temporada de House Of Cards, mas os comentários gerais são de que esta não foi uma grande temporada para a série e sua indicação pode ser mais atribuída a sua história desde a estreia que qualquer outra coisa.

Stranger Things, acho eu, figura na lista mais pelos votos em uma “série moderninha” do que qualquer outra coisa. Uma ausência sentida é por The Americans.

Melhor atriz em série dramática

Viola Davis – How to Get Away with Murder
Claire Foy – The Crown
Elisabeth Moss – The Handmaid’s Tale
Keri Russell – The Americans
Evan Rachel Wood – Westworld
Robin Wright – House of Cards

Elisabeth Moss rainha, pro resto nadinha. Não tem como outra atriz levar esse prêmio, gente. Com o corpo inteiro coberto – inclusive cabeça, mãos e pés –, Elisabeth consegue apenas com seu olhar transmitir o horror, o inconformismo e a paixão de sua personagem.

Melhor ator em série dramática

Sterling K. Brown – This is Us
Anthony Hopkins – Westworld
Bob Odenkirk – Better Call Saul
Matthew Rhys – The Americans
Liev Schreiber – Ray Donovan
Kevin Spacey – House of Cards
Milo Ventimiglia – This is Us

Categoria em que eu menos tenho certeza de que meu favorito seja o vencedor. Não assisti This is Us ainda, mas também não me vejo torcendo pelo Ventimiglia. Talvez Bob Odenkirk leve esse.

Melhor atriz coadjuvante em série dramática

Uzo Aduba – Orange is the New Black
Millie Bobby Brown – Stranger Things
Ann Dowd – The Handmaid’s Tale
Samira Wiley – The Handmaid’s Tale
Chrissy Metz – This is Us
Thandie Newton – Westworld

Achei uma pena que Madeline Brewer não tenha sido indicada por The Handmaid’s Tale, sua Janine é o retrato da loucura. Além dela, Yvonne Strahovski também está ótima na série – ah, vamos admitir logo que a série não tem defeitos. Sem ela, resta minha torcida por Samira Wiley, que imprimiu uma força tremenda em sua Moira, mas não ficaria triste se Ann Dowd ganhasse.

Melhor ator coadjuvante em série dramática

Jonathan Banks – Better Call Saul
Michael Kelly – House of Cards
John Lithgow – The Crown
Mandy Patinkin – Homeland
David Harbour – Stranger Things
Ron Cephas Jones – This is Us
Jeffrey Wright – Westworld

Outra categoria em que tenho chances grandes de errar, aqui porque realmente estou apostando com o coração: Harbour está ótimo como o policial infeliz e perdido que reencontra um motivo para lutar. Fiquei encantada por ele na série.

Melhor atriz convidada em série dramática

Cicely Tyson – How to Get Away with Murder
Laverne Cox – Orange is the New Black
Shannon Purser – Stranger Things
Alison Wright – The Americans
Alexis Bledel – The Handmaid’s Tale
Ann Dowd – The Leftovers

Sim, Bledel deixa de lado completamente os trejeitos de Rory Gilmore e nos entrega uma personagem contida e lutadora ao mesmo tempo. Ainda assim ela pode perder porque a indicação é com base em apenas um episódio e sua força vem do conjunto de sua participação.

Melhor ator convidado em série dramática

Ben Mendelsohn – Bloodline
BD Wong – Mr. Robot
Hank Azaria – Ray Donovan
Brian Tyree Henry – This is Us
Gerald McRaney – This is Us
Denis O’Hare – This is Us

Não posso palpitar porque não assisti a nenhuma das séries indicadas – pelo menos não na temporada mais atual.

Melhor direção em série dramática

Vince Gilligan pelo episódio “Witness” – Better Call Saul
Lesli Lika Glatter pelo episódio “America First” – Homeland
The Duffer Brothers pelo episódio “Chapter One: The Vanishing of Will Byers” – Stranger Things
Stephen Daldry pelo episódio “Hyde Park Corner” – The Crown
Reed Morano pelo episódio “Offred (Pilot)” – The Handmaid’s Tale
Kate Dennis pelo episódio “The Bridge” – The Handmaid’s Tale
Jonathan Nolan pelo episódio “The Bicameral Mind” – Westworld

Já falei que The Handmaid’s Tale é perfeita? Porque é, gente, sério. Quando ela estrear aqui no segundo semestre não perca.

Melhor roteiro em série dramática

Gordon Smith pelo episódio “Chicanery” – Better Call Saul
The Duffer Brothers pelo episódio “Chapter One: The Vanishing of Will Byers” – Stranger Things
Joel Fields e Joe Wesberg pelo episódio “The Soviet Division” – The Americans
Peter Morgan pelo episódio “Assassins” – The Crown
Bruce Miller pelo episódio “Offred (Pilot)” – The Handmaid’s Tale
Lisa Joy e Jonathan Nolan pelo episódio “The Bicameral Mind” – Westworld

Que dificuldade de confrontar um roteiro baseado em livro e um roteiro original e escolher o melhor!! Como o pessoal de Westworld teve que partir do zero, estou apostando neles.

Melhor série cômica

Atlanta
Black-ish
Master of None
Modern Family
Silicon Valley
Unbreakable Kimmy Schmidt
Veep

Hummm, podemos dividir os prêmios assim: drama para o HULU e comédia para a Netflix, que acham?

Melhor atriz em série cômica

Pamela Adlon – Better Things
Jane Fonda – Grace & Frankie
Allison Janney – Mom
Ellie Kemper – Unbreakable Kimmy Schmidt
Julia Louis-Dreyfus – Veep
Tracee Ellis Ross – Black-ish
Lily Tomlin – Grace & Frankie

Se Lily aqui não estivesse eu poderia pensar em Allison Janney – e ficarei feliz se for ela – mas é impossível não escolher Frankie!

Melhor ator em série cômica

Anthony Anderson – Black-ish
Aziz Ansari – Master of None
Zach Galifianakis – Baskets
Donald Glover – Atlanta
William H. Macy – Shameless
Jeffrey Tambor – Transparent

Tambor faturou no ano passado – e eu continuo me questionando se Transparent realmente deveria concorrer como comédia, mas se isso deu chance a série de ter tantos prêmios eu já fico feliz – e quem sabe Ansari consiga o seu agora.

Melhor atriz coadjuvante em série cômica

Leslie Jones – Saturday Night Live
Kate McKinnon – Saturday Night Live
Vanessa Bayer – Saturday Night Live
Kathryn Hahn – Transparent
Judith Light – Transparent
Anna Chlumsky – Veep

Simplesmente não posso opinar. Vocês tem uma favorita? Senti falta de Jane Krakowski, cuja personagem tanto cresceu na última temporada de Unbreakable Kimmy Schmidt.

Melhor ator coadjuvante em série cômica

Louie Anderson – Baskets
Ty Burrell – Modern Family
Alec Baldwin – Saturday Night Live
Tituss Burgess – Unbreakable Kimmy Schmidt
Tony Hale – Veep
Matt Walsh – Veep

Pinot noir. Mais nada a dizer.

Melhor atriz convidada em série cômica

Wanda Sykes – Black-ish
Carrie Fisher – Catastrophe
Becky Ann Baker – Girls
Angela Bassett – Master of None
Melissa McCarthy – Saturday Night Live
Kristen Wiig – Saturday Night Live

Amo Wanda Sykes e Angela Basset, mas Kristen Wiig tem se destacado e o episódio em questão foi realmente bom.

Melhor ator convidado em série cômica

Matthew Rhys – Girls
Riz Ahmed – Girls
Lin-Manuel Miranda – Saturday Night Live
Dave Chappelle – Saturday Night Live
Tom Hanks – Saturday Night Live
Hugh Laurie – Veep

Categoria estilo uni-duni-tê para escolher um favorito.

Melhor direção série cômica

Donald Glover pelo episódio “B.A.N.” – Atlanta
Jamie Babbit pelo episódio “Intellectual Property” – Silicon Valley
Mike Judge pelo episódio “Server Error” – Silicon Valley
Morgan Sackett pelo episódio “Blurb” – Veep
David Mandel pelo episódio “Groundbreaking” – Veep
Dale Stern pelo episódio “Justice” – Veep

Selo Glória Pires de “Não posso opinar”.

Melhor roteiro em série cômica

Donald Glover pelo episódio “B.A.N.” – Atlanta
Stephen Glover pelo episódio “Streets On Lock” – Atlanta
Aziz Ansari e Lena Waithe pelo episódio “Thanksgiving” – Master of None
Alec Berg pelo episódio “Success Failure” – Silicon Valley
Billy Kimball pelo episódio “Georgia” – Veep
David Mandel pelo episódio “Groundbreaking” – Veep

Selo Glória Pires de “Não posso opinar”.

Melhor minissérie

Big Little Lies
Fargo
Feud: Bette and Joan
Genius
The Night Of

Eita categoria difícil! Amei Genius, amei Feud, amei Big Little Lies. Comecei The Night Of ontem (que coisa mais tensa) e tenho um amigo que é só elogios para Fargo. Aposto em Feud porque é uma homenagem a próprio indústria americana de cinema.

Melhor filme feito para TV

Black Mirror: “San Junipero”
Dolly Parton’s Christmas of Many Colors: Circle of Love
Sherlock: “The Lying Detective”
The Immortal Life of Henrietta Lacks
The Wizard of Lies

Amei The Wizard Of Lies, mas esta temporada de Sherlock foi perfeita para mim.

Melhor atriz em minissérie ou filme feito para TV

Felicity Huffman – American Crime
Nicole Kidman – Big Little Lies
Reese Whitherspoon – Big Little Lies
Carrie Coon – Fargo
Jessica Lange – Feud: Bette and Joan
Susan Sarandon – Feud: Bette and Joan

Não me peça para escolher uma só!!!

Melhor ator em minissérie ou filme feito para TV

Riz Ahmed – The Night Of
Benedict Cumberbatch – Sherlock: “The Lying Detective”
Robert DeNiro – The Wizard of Lies
Ewan McGregor – Fargo
Geoffrey Rush – Genius
John Turturro – The Night Of

O dedo aqui coça para escolher Turturro, porque ele é a escolha óbvia de melhor em alguma coisa em qualquer lista que ele estiver, mas Rush foi perfeito como Einstein.

Melhor ator coadjuvante em minissérie ou filme feito para TV

Alexander Sarsgard – Big Little Lies
David Thewlis – Fargo
Alfred Molina – Feud: Bette and Joan
Stanley Tucci – Feud: Bette and Joan
Bill Camp – The Night Of
Michael Kenneth Williams – The Night Of

Eu odiei tanto o Molina em Feud que só posso apostar nele.

Melhor roteiro em minissérie ou filme feito para a TV

David E. Kelley – Big Little Lies
Charlie Brooker – Black Mirror: “San Junipero”
Noah Hawley pelo episódio “The Law of Vacant Places” – Fargo
Ryan Murphy pelo episódio “And the Winner Is… (The Oscar of 1963)” – Feud: Bette and Joan
Jaffe Cohen, Michael Zam e Ryan Murphy pelo episódio “Pilot” – Feud: Bette and Joan
Steven Zailian e Richard Price pelo episódio “The Call of the Wild” – The Night Of

Qualquer episódio de Feud é maravilhoso. Big Little Lies tem o mérito da ótima adaptação do livro.

Melhor direção em minissérie ou filme feito para a TV

Jean-Marc Vallée – Big Little Lies
Noah Hawley pelo episódio “The Law of Vacant Places” – Fargo
Ryan Murphy pelo episódio “And the Winner is… (The Oscars of 1963)” – Feud: Bette and Joan
Ron Howard pelo episódio “Einstein: Chapter One” – Genius
James Marsh pelo episódio “The Art of War” – The Night Of
Steven Zaillian pelo episódio “The Beach” – The Night Of

Melhor animação

Archer
Bob’s Burgers
Elena and the Secret of Avalor
Os Simpsons
South Park

Selo Glória Pires de “Não posso opinar”.

Melhor dublagem

Dee Bradley Baker – American Dad!
Kevin Kline – Bob’s Burgers
Kristen Schaal – BoJack Horseman
Mo Collins – F is for Family
Seth MacFarlane – Family Guy
Nancy Cartwright – Os Simpsons

Selo Glória Pires de “Não posso opinar”.

Melhor talk show e variedades

Full Frontal with Samantha Bee
Jimmy Kimmel Live!
The Late Late Show with James Corden
The Late Show with Stephen Colbert
Real Time with Bill Maher

Selo Glória Pires de “Não posso opinar”.

Melhor programa de esquete e variedades

Billy on the Street
Documentary Now!
Drunk History
Portlandia
Saturday Night Live
Tracey Ullman’s Show

Selo Glória Pires de “Não posso opinar”.

Melhor especial de variedades

Carpool Karaoke Primetime Special 2017
Full Frontal with Samantha Bee Presents Not the White House Correspondant’s Dinner
Louis C.K. 2017
Sarah Silverman: A Speck of Dust
Stephen Colbert’s Live Election Night Democracy’s Series Finale: Who’s Going to Clean Up this Shit?

Melhor reality show roteirizado

Antiques Roadshow
Diners, Drive-ins and Dives
Fixer Upper
Lip Sync Battle
Shark Tank
Who do You Think You Are?

Melhor reality show sem roteiro

Born This Way
Deadliest Catch
Gaycation with Ellen Page
Intervention
RuPaul’s Drag Race: Untucked
United Shades of America with W. Kamau Bell

Melhor programa de competição

American Ninja Warrior
Project Runway
RuPaul’s Drag Race
The Amazing Race
The Voice
Top Chef

Melhor apresentador de reality show ou programa de competição

Martha Stewart & Snoop Dogg – Martha & Snoop’s Potluck Dinner Party
Gordon Ramsey – MasterChef Junior
Alec Baldwin – Match Game
Heidi Klum & Tim Gunn – Project Runway
RuPaul Charles – RuPaul’s Drag Race
Kamau Bell – United Shades of America with W. Kamau Bell

Leave a Reply