HBO estreia Difícil Decisão, documentário de Dwayne Johnson sobre programa de reabilitação americano

Dwayne Johnson hoje é um sucesso, colecionando filmes de alta bilheteria e o carinho dos fãs. Se você for como eu é capaz de assistir qualquer coisa só porque ele está lá, além de se encantar com o sorriso aberto do ator. Seu passado, no entanto as coisas nem sempre foram fáceis para ele, que encarou tempos difíceis quando se viu cortado do time de futebol americano, sofreu de depressão e arranjou algumas confusões. Ele acabaria reencontrando o caminho certo ao seguir o caminho do pai e do avô como lutador profissional.

Pelo menos os tempos difíceis lhe marcaram de forma positiva: além de encontrar uma forma de manter a fé e sair da escuridão, ele passou a entender a importância de segundas chances e por isso acabou se interessando pelo programa de reabilitação Miami-Dade County Corrections & Rehabilitation Boot Camp Program.

O programa é uma opção à prisão para jovens de 14 a 24 anos que receberam penas duras após crimes como roubo, agressão e invasão – em alguns casos é a troca de uma pena de prisão perpétua por um período de treinamento duro em regime militar. Essa opção é primeiro definida pelo juiz, mas o detento passa por uma avaliação física e psicológica antes de ser enviado ao campo.

Hoje o índice de sucesso do programa é de quase 90%, isso significa que de cada 100 recrutas, apenas 11 voltam a uma vida de crimes, enquanto a maioria aproveita  treinamento recebido para encontrar uma nova profissão – além do treinamento físico pesado, os recrutas recebem acompanhamento psicológico e orientação vocacional a partir de 60 dias de treinamento, muitos deles, ainda, tem no treinamento a oportunidade de obter os diplomas de primeiro e segundo grau.

Difícil Escolha acompanha o período de treinamento completo de um grupo de detentos, desde o primeiro dia. Assim como os funcionários do campo, acabamos por nos conectar às tristes histórias de muitos destes garotos e é impossível não torcer para que eles realmente não desistam.

Porque o treinamento não é fácil. De uma vida sem estrutura e rotina, os garotos passam a ter um cronograma extenso, que se inicia as quatro da manhã todos os dias, e inclui não somente atividades físicas pesadas, mas limpeza e manutenção do local. Mas a verdade é que até hoje nenhuma turma foi completa do início ao final do treinamento, muitos são resistentes às mudanças e depois da aplicação de várias penas disciplinares são afastados pela direção, sendo encaminhados para cumprir a pena original a que foram condenados, outros desistem ou tentam fugir – e eu sei que parece idiota demais desistir da opção de seis meses de treinamento ao invés de uma vida toda na cadeia, mas ao ver isso acontecendo no documentário eu apenas tive vontade de chorar pela oportunidade perdida.

Ao longo dos quase noventa minutos do filme somos também apresentados às famílias dos recrutas e vemos os funcionários do campo longe dos recrutas, quando podemos perceber claramente que, apesar da dureza com que tratam os meninos, eles realmente se importam com o destino de quem chega até ali.

Dwayne aparece em dois momentos do documentário: no início, quando se apresenta aos recrutas e explica que seus dias lá serão filmados, e ao final, na cerimônia de formatura da turma.

Difícil Escolha estreia nesta segunda, dia 03 de Julho, no HBO, às 22h05, com reprises ao longo de toda a semana, e está também disponível no HBOGo.

Leave a Reply