Rosewood: Tree Toxins & Three Stories (2×06)

Eu sabia! Eu sabia! Eu sabia! Não, eu não sabia que o Gerald era inocente, fui eu mesma que disse aqui que estava morrendo de medo dele partir o coração de nossa querida Donna Rosewood. Mas quando Rosie conta que a principal prova contra ele foi a compatibilidade parcial de DNA e que a filha dele havia desaparecido antes das duas garotas que foram assassinadas e cujas mortes acabaram na condenação dele.

No exato momento em que eu fiquei sabendo disso eu nem precisei que um dos alunos viesse dizer que se o DNA combinou parcialmente é porque era de alguém da família de Gerald e que isso significava que a filha dele também foi sequestrada e provavelmente morta pelo mesmo homem que matou as duas.

Agora a questão é como eles vão descobrir isso a esta altura, sem poder exumar o corpo da primeira vítima ou encontrar o corpo da filha do Gerald.

Gente, perceberam o quanto eu fiquei animada agora? Eu estava bem sentindo falta de um bom caso de assassino em série sendo investigado “que nem antigamente”.

P.S. Impossível não lembrar de Arizona e Callie em Grey’s Anatomy quando temos TMI e Pippy saindo com a mesma moça.

P.S. do P.S. Rosilla é ótimo.

P.S. do P.S. do P.S. Apesar de curtir esse negócio do Rosie com a filha da nova namorada acho que: 1. é cedo demais para ele forçar tanto a barra para dar certo; 2. ele tem mais é que ficar com a Villa.

 

Leave a Reply