Rosewood: Wooberite & the Women of Rosewood (1×21)

As mulheres de Rosewood. Confesso que eu só olhei em volta quando a Villa falou disso para a TMI e a Pippy e eu comecei a contar: Donna, Erica, Villa, TMI, Pippy, Anita… Neste episódio ainda tivemos Aubrey, com a surpreendente revelação de que Rosie um dia a pediu em casamento. Tirando capitão e agora o Mitchie, a vida do nosso patologista sempre gira por algo relacionado a estas mulheres.

Só que ao final deste episódio contamos menos uma: Erica foi mais uma a enxergar aquilo que todo mundo já sabe, inclusive Rosie e Villa. Eu achei que eles tinham ido rápido demais com a história dos dois e pode ser que eles acharam isso necessário para poder terminar a relação, mas isso acontecendo as vésperas do final de temporada me deixa com receio de qual o gancho vão usar no episódio desta quinta.

Assim como triângulo TMI, Pippy e Mitchie. Eu tinha achado sem noção Mitchie beijar TMI e gostei quando ele falou a verdade para Pippy contando que ele é péssimo em entender sinais sociais… O que eu não esperava é que ele acabasse depois confessando que sente algo pela TMI e que ela correspondesse ao segundo beijo.

Parece que a relação Rosie e Villa não vai ser a única a ser sacudida no final da temporada.

Falando do caso estranho da noite: eu confesso que pensei em mil referências a medida que a história ia se desenrolando. Foram vários elementos emprestados de episódios de séries que eu já vi, como cara ouvindo tudo pelo tubo da ventilação, depois se passando por outro para roubar o dinheiro dele… A novidade ficou por conta dele ser tão louco que ao invés de fugir com o dinheiro que conseguiu, e provavelmente nunca ser descoberto, ele resolveu corrigir o que considerava erros do homem de quem ele tomou o lugar, permitindo que a polícia o pegasse.

Particularmente curti bastante a forma como eles conduziram toda a investigação, incluindo encarar falar com três dezenas da malucos – ainda que se eles tivessem prestado atenção aos horários em que a vítima ia à clínica eles poderiam ter reduzido de cara o número de suspeitos, não é mesmo?

Ah, achei super fofo o capitão e Daisey se entendendo. Adoro o capitão e agora gosto mais da Daisey, que antes eu apenas achava divertida.

Leave a Reply