The Librarians: And the Reunion of Evil (3×03)

Uma reunião de demônios e um ovo gigante azul. The Librarians de novo lidando com o improvável e fazendo isso bem direitinho.

E ao que parece os roteiristas já assumiram que, se chegamos até aqui, não precisamos de muitas explicações, já podemos partir para a ação e em And The Reunion of Evil é isso que temos: já começamos na estrada, com Cassandra e Jake buscando um cristal mágico no meio da neve.

O único problema é que eles também caíram na estrada sem muita explicação, falha do Jekins que não leu tudo que devia ler, e acabaram no meio de uma reunião de demônios querendo se alimentar do tal cristal… E não ajudou nada o fato da Cassandra acabar o engolido, o que quase resultou nela sendo engolida.

O lado bom é, graças a isso, a gente se divertiu horrores. Jake se passando por demônio, ainda que não soubesse que era isso que ele estava fazendo, Cassandra escapando de uma cantada de outra demônia, Eve, Jenkins e Ezequiel se tocando do problema e tentando salvá-los… Enquanto Ezequiel chocava o ovo azul.

Sim, Ezequiel virou papai do mais fofo monstrinho de lago que eu já vi – e quem assistiu ao filme Meu Monstro de Estimação sabe da onde eles tiraram a referência para esse aqui.

Além de toda a bagunça o roteiro também reforçou a questão de Jake e Cassandra estarem em lados opostos quando o assunto é magia: Jake não quer que ela seja usada de jeito nenhum, e percebemos bem o quanto ele foi relutante em pedir a Cassandra que o salvasse, e Cassandra, com uma visão mais otimista das coisas. Na verdade ela defendeu o uso da magia com argumentos bem mais lógicos do que se poderia esperar.

Já Jake tem olhado isso de forma bastante pessoal, comparando magia com outros “poderes” que já foram bastante usados para o mal. Ainda que aqui tenha parecido um tanto exagerado, acho interessante ver Jake funcionando como um “guia moral”, o gafanhoto do bom senso, do grupo.

P.S. E o momento em que você descobre a melhor palavra do mundo: MacGuffin. A gente os persegue há tanto tempo com nossos personagens favoritos e eu simplesmente não sabia que podia chamar assim.

P.S. do P.S. Noah Wyle não apareceu, mas ele dirigiu o episódio e foi um ótimo trabalho, não é mesmo?

2 Comentários em “The Librarians: And the Reunion of Evil (3×03)”

  1. Cleide

    A produção foi bem criativa para economizar nas maquiagens dos demônios heheheheheheh.

    Senti que o grupo está ficando bem afiados, podemos notar que eles tem noção total de cada um.

    Senti falta do Flynn mas como vc disse ele estava por trás de tudo !

Leave a Reply