Indicações para quem sofre do mal da falta de Downton Abbey

Já morrendo de saudades pouco mais de uma semana depois da exibição do último episódio de Downton Abbey? Eu te entendo. Entendo se você aproveitou que o episódio está disponível no GNTPlay e viu algumas vezes (e chorou igual) ou foi mais radical e resolveu rever a série inteira – as cinco primeiras temporadas estão disponíveis na Netflix, a última no GNTPlay – para fingir que ela não acabou.

Se você faz parte desse time saudoso, vim aqui te trazer dicas de séries tão lindas, emocionantes e queridas quanto Downton Abbey e que podem ser assistidas em ritmo de maratona. E se você tiver dicas, compartilha comigo também!!!

call_the_midwife

Call The Midwife – 3 temporadas disponíveis na Netflix, na Inglaterra encerrou recentemente sua 5ª temporada e já tem a 6ª garantida

 

A série é baseadas nos livros de Jennifer Worth, ex-enfermeira que publicou no início dos anos 2000 suas memórias. Sua trama se inicia em 1957, quando Jenny – narradora da trama na voz inconfundível de Vanessa Redgrave – deixa sua vida confortável para se tornar uma parteira no subúrbio de Londres.

Seu novo lar é o Convento Nonnatus House e ela trabalhará com um pequeno grupo de outras enfermeiras e freiras na realização de partos domiciliares, muitas vezes em casas que não tem condições mínimas de higiene. A nova vida abre os olhos de Jenny para as privações que boa parte dos moradores ainda vivem após o final da Segunda Guerra, mas também lhe faz perceber que um bom coração pode ser encontrado nos mais diversos formatos de corpo e nas mais diversas vocações.

Jenny é vivida por Jessica Raine, conhecida de alguns fãs de série por sua atuação em Doctor Who – ela faz ponta em um dos episódios da série e depois vive a produtora Verity Lambert no especial Uma Aventura No Tempo e Espaço -, Fortitude e Wolf Hall. Apesar de deixar o convento após a terceira temporada, ela continua narrando as aventuras de suas amigas nas temporadas seguintes.

As aventuras de nossas amigas, em verdade: em meio ao trabalho difícil e as muitas limitações, as meninas do convento vivem suas vidas, descobrem o amor e a traição, erram e acertam, fazendo com que seja fácil criar laços com as personagens.

Ainda que não apresente o luxo das locações e roupas de Downton Abbey, já que aqui falamos de pessoas muito simples, a ambientação de época e os figurinos são de encher os olhos.

P.S. Impossível não se apaixonar pela personagem de Miranda Hart. Impossível!

Mr. Selfridge

Mr. Selfridge – 3 temporadas disponíveis na Netflix, na Inglattera atualmente sua 4ª temporada está em exibição

Baseada na história real do empresário Harry Gordon Selfridge, interpretado aqui por Jeremy Piven, a série britânica conta a história da função da Selfridges, loja que ainda hoje é referência de moda e consumo na capital inglesa.

Menino que entregava jornais e que um dia agarrou a oportunidade de um emprego em um banco, Selfridge chega em Londres em 1906, e percebe que a cidade que é sinônimo de cultura e refinação não tem um comércio digno de nota ou mesmo significava qualquer coisa quando o assunto era moda. Ele, então, investe todo o seu dinheiro na abertura primeira loja de departamentos da cidade e carrega para lá sua família, esposa e filhos, decidido a fazer seu nome ser conhecido

E ele consegue, sem sombra de dúvidas. A série se inicia com a chegada à cidade e acompanha os desafios enfrentados para convencer empregados e investidores de que seus sonhos não era malucos demais.

Se em Downton Abbey vemos a dificuldade com que a família antiga da corte recebe as mudanças que ocorriam em seu tempo, aqui vemos em ação um dos homens que colocou mudanças ainda mais radicais em curso. Ao longo das temporadas vemos as mulheres mudando seu papel na sociedade, primeiro assumindo postos simples, enquanto os homens seguem para a guerra, depois a luta pelo voto feminino e ocupando papéis importantes nos negócios.

Miss Fishers Murder Mysteries

Miss Fisher’s Murder Mysteries – 2 temporadas disponíveis na Netflix, 3 temporadas produzidas até aqui

Hummm, difarçadamente incluindo uma série australiana ao pacote só porque os sotaques são parecidos, tudo bem?

Baseada nos romances da escritora australiana Kerry Greenwood, que publicou 18 livros da série The Phryne Fisher Murder Mystery Series,  a série acompanha as aventuras de Phryne Fisher (pronúncia: Fráine Fícher), mulher moderna e sedutora que investiga crimes e soluciona os mistérios de Melbourne na década de 20, período no qual as mulheres começaram a ter uma participação maior na sociedade, em função da perda de milhares de jovens durante a Primeira Guerra Mundial.

Fisher é diferente da maior parte das mulheres de então, tendo, após receber uma herança, estudado na Inglaterra e viajado o mundo. Aprendeu, ainda, a pilotar aviões e a dirigir carros.

Uma daquelas séries em que todos, TODOS, os personagens são apaixonantes.

Até os Confins Do Mundo To the Ends of the Earth Benedict Cumberbatch

Até os Confins do Mundo – Minissérie disponível na Netflix

Estrelada por um jovem Benedict Cumberbatch, Até os Confins do Mundo conta a história de Edmund Talbot,por volta de 1800. Ela viaja no navio New South Wales em direção da Austrália e mantém um registro em diário das dificuldades da viagem e de seus colegas passageiros.

E são os seus registros que contam as histórias do navio, com direito a bebidas, casos e descobertas. Sim, apesar do cenário limitado e do tempo há muito passado, as tramas que enchem a minissérie não diferem em nada de muitos novelões atuais.

O elenco conta ainda com Sam Neill e Jerad Harris.

7 Comentários em “Indicações para quem sofre do mal da falta de Downton Abbey”

  1. Magda Gitter

    Call The Midwife está também no Arte 1

  2. Cleide

    eu assisti a Grande Hotel que foi considerada como a Downton Espanhola, tem as 3 temporadas no site da GloboSat Play, adorei assistir

  3. Andrea Lima

    Miss Fisher é muito boa, eu assistia no GNT. Realmente todos os personagens são apaixonantes.

  4. Métis

    Call The Midwife indico totalmente é linda essa série vale a pena

  5. Rodrigo

    Por que nao tem call the midwife dublado em pleno netflix? Muitas mulheres preferem dublado e é uma serie que mulheres gostam

Leave a Reply