Quantico: Found (1×05)

Found foi um bom episódio de Quantico. Isso significa que este foi um episódio em que os defeitos não saltaram aos olhos me fazendo questionar porque eu ainda insisto. Não, ele passou longe de ser algo realmente empolgante, mas a pausa na ação permitiu amarrar algumas das muitas pontas soltas e olhar para os personagens identificando os pontos mais fracos.

Eu continuo sem comprar a protagonista e provavelmente será esse o motivo pelo qual eu abandonarei a série no futuro, afinal esta é um série que gira ao redor de uma pessoa, ainda que exista um considerável número de personagens com tramas sendo desenvolvidas, e fica difícil continuar sem comprar essa ideia de heroísmo imposto à garota.

Numa comparação bastante inapropriada – porque Jessica Jones é uma série sem defeitos que me ganhou desde seus primeiros minutos – enquanto a Jessica da nova série do Netflix é uma heroína o tempo todo e na maior do tempo não quer isso, cada pedaço da trama de Alex é escrito para nos mostrar o quanto ela é capaz de enfrentar o “mal” e ir atrás da “verdade” e ela não corresponde.

Bom, mas se eu falei que foi um bom episódio, vamos falar do que foi bom?

Primeiro a revelação do segredo de Simon, que deixa de ser um cara usando de mentiras para vantagens próprias e se torna o homem com um segredo terrível que causa tanta culpa que ele precisou de uma nova vida.

Ao mesmo tempo que isso o aproxima de Elias, isso o afastaria de Nimah. Quer dizer, deveria afastar, mas sabemos que será justamente o contrário e então ficamos curiosos sobre o que poderá resultar das duas revelações: o que ela fará ao descobrir que ele foi um soldado judeu em Gaza e o que fará ele ao descobrir que ela divide sua identidade com sua irmã.

Coube a trama de Nimah/Raina a segunda revelação: a motivação de Miranda para ter aceito as irmãs no FBI nada mais é que a tentativa de infiltrar uma muçulmana em grupos inimigos já tendo o perfeito álibi dado pela presença da gêmea em qualquer outro lugar.

Estas duas tramas mais a esperteza de Alex ao usar um grupo hacker para conseguir passar seu recado, único momento até aqui em toda a série em que ela me mostrou um motivo para que coloquem tanta fé em sua capacidade e talento, garantiram que ainda que sem bombas e tiros, o episódio fosse consistente com os anteriores, sem perder o ritmo.

E a cena do FBI na frente da mesquita bem na hora da saída de um dos cultos, bem, foi muito bem sacada.Trazer a tona a facilidade com que se culpa alguém por sua religião ou por seus contatos – o que é ressaltado pela revelação de que Alex teve um envolvimento romântico com um homem considerado terrorista – foi uma jogada que tirou o roteiro da mesmice e impõe dificuldades para a equipe que colocou um alvo em Alex.

quantico found 1x05 s01e05

P.S. Por tudo isso eu vou ignorar o casal sem sal Caleb e Shelby. No episódio, inclusive, fica claro o quanto os dois atores estão aquém do trabalho entregue por seus colegas, bastou lhes entregarem um pouquinho mais de tempo de tela.

Leave a Reply