Quantico: Cover (1×03)

Olha, desde o texto sobre o primeiro episódio eu fico com aquela pulga atrás da orelha que me diz que nossa relação não será longa. Depois de Cover essa impressão ficou mais forte ainda.

E nem são mais os flashforwards que me incomodam.

quantico cover 1x03 s01e03 alex simon

Mas a protagonista, ahhhh, essa tá incomodando bem. Como na cena em que ela chora porque descobriu que o pai era um herói e ela matou ele. Bom, se não estou enganada, vai que entendi errado, ela atirou no pai bêbado que batia na mãe dela. Dito isto, o cara pode ter salvo um montão de gente no trabalho, mas era um escroto na vida pessoal e não vejo motivo pra tanta lágrima.

E mantendo o mesmo nível de incomodo está o treinamento dos agentes do FBI: intriga adolescente e briguinhas de corredor. Começo a achar que tem tanta lógica os agentes serem incompetentes em The Following que essa série seria um prequel mostrando os agentes no aprendizado.

Não tem como sair coisa boa com um treinamento desse: pedir para um escrever os pontos negativos do “amiguinho” de pois colocar num mural que todos podem ver. Olha, mas preciso de alguém ligado a essas coisas de pedagogia pra me dizer se existiria qualquer utilidade para algo assim.

Uma leitora do blog disse ter medo de Quantico se tornar uma série adolescente. Eu agora tenho também – e, olha, nada tenho contra elas, mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa e não dá para ficar bom se a série ficar assim no meio do caminho.

Para completar os motivos de reclamação temos Simon. Eu gostei do Simon no primeiro episódio porque ele parecia autêntico mesmo com seu medo bobo de ser bobo. No segundo, quando a gente descobre que o óculos não é um óculos, que a gente desconfia que ele não é gay, ele me pareceu menos interessante.

Aí, neste, ele vira o cara que vira de costas pro grupo para indicar quem acha que deve ser cortado e de prêmio acaba ganhando uma missão especial que ninguém sabe que ele ganhou a não ser Lúcifer. Opa, troquei as séries, desculpem.

Como esse parece ser o único segredo que conseguem guardar – talvez porque não contaram para a Alex, pro responsável pela turma ou para a diretora metida a defensora da protagonista.

Sim, o fato de eu mal guardar o nome de todo mundo é mais um sinal de que esta relação vai mal.

Falando da protagonista: pra quem era a melhor da turma cheia de instinto, bem, ter sido manipulada por Simon como foi não combina. Na tentativa, falha, de que a gente desconfie dela, temos então sua mãe falando que ela sumiu por um ano enquanto viveu na Índia. Me imagine fazendo vozinha de fantasma e dizendo “uuuuhhhuuuuu” para esse esqueleto no armário.

E pensar que eu desisti de Blindspot e não desisti dessa…

4 Comentários em “Quantico: Cover (1×03)”

  1. Nina

    Você sabe dizer porque nas chamadas apresentaram o ator Dougray Scott e na serie aparece outro?

  2. Nina

    Não confundi mesmo. É que eu costumo prestar bem atenção nas chamadas para ver se conheço alguém de outras series. É divertido.

Leave a Reply