8 Comentários em “Grey’s Anatomy: Time Stops e You’re My Home (11×23 e 11×24)”

  1. Fabiana Souza De Mello

    hehehe, vocês gostam de sofrer mesmo! Abandonei Grey’s há tempos, desde o acidente de avião e acho que abandonei tarde. Sem chance de ficar nesse mimimi eterno e com desgraças acontecendo em looping.

  2. paulo gustavo

    Considero o episódio da Morte do Dr. Romano (Paul McCrane), muito mais forte e impactante do que o episódio onde ele perde o braço. A perda do membro deixou-o mais irracível com seus colegas de plantão, fazendo com que o público ansiasse por sua partida do seriado. O problema é que foi chocante demais. O diretor Chris Chulack, também produtor executivo da série, fez o helicoptero cair sobre Romano, mantendo o ponto de vista da própria vítima. Até hoje, lembro da cena, exibida à exaustão nos promos da Warner, e a considero insuperável pela violência física e principalmente, psicológica…

  3. Lu Monte

    Hahahahahha, meu, tô lembrando do helicóptero e do Romano e RINDO! Baita tragédia, e a gente gostou. 😛

    É, a Shonda estava bem catastrofista nessa última temporada. Mesmo o arco que era pra ser mais história e menos catástrole (Dra. Herman) acabou descanbando. eu gosto disso, mas acho que só porque já sou apegada aos personagens antigos – e talvez seja justamente por essa preferência da Shonda pelos tais eventos (deixando de lado os filling episodes) que a gente não consegue se apegar aos personagens que entraram há pouco (só me apeguei à Jo).

    Fiquei bem furiosa com a Amelia. Entendo o lado da moça, mas… bah, acho que tenho pouca paciência com a montanha-russa que é a Amelia.

    Você tem razão… seria um lindo series finale.

  4. dai

    a pessoa que segura a mao da mer no enterro do derek e a yang

Leave a Reply