Homeland: Good Night (3×10)

E todos compartilham do desejo de que esta temporada de Homeland tivesse sido mais dedicada a Brody atravessando a fronteira do Irã e menos sobre os dramas de Dana, Saul e Carrie?

Homeland: Good Night (3x10)

Good Night foi ainda melhor que o antecessor, já que começamos a vislumbrar um pouquinho do Brody, que mesmo dividido, havia nos conquistado no passado. Porque, se a gente olhar com cuidado foi isso que perdemos ao longo da segunda temporada e que sumiu nesta aqui: o Brody que mesmo quebrado ainda tem um senso moral, certo ou errado, muito forte, que o guia no caminho que ele precisa seguir.

Foi esse Brody que tirou o amigo do carro após a explosão. Foi esse Brody que continuou sua missão, mesmo quando ela foi abortada, porque ele sabia que não existia caminho de volta para os EUA que não fosse passando pelo Irã.

Outra que deu um show, ainda que com eventuais tropeços histéricos, foi Carrie, que conseguiu se segurar um pouco entre um “fuck” e um “fuck” e não berrar demais nem chorar demais, garantindo que ela não vai perder o emprego ainda.

Agora, quem continua injustiçado é Quinn. ele é aquele cara que de vez em quando brilha, mas que é colocado de volta na gaveta na cena seguinte, já perceberam?

P.S. Definitivamente o Brody ainda terá muitas perdas antes de cumprir sua missão, o homem morto por Javadi – nossa, como eu odeio ele! – é apenas a primeira delas.

P.S. do P.S. Cada dia eu fico mais confusa em relação ao que devo sentir pelo Dar Adal.

P.S. do P.S. do P.S. Pensei que ele seria pego quando deixou o acampamento para rezar, numa linda cena.

P.S. do P.S. do P.S. do P.S. Estou quase gostando do Saul de novo.

2 Comentários em “Homeland: Good Night (3×10)”

  1. cleide

    não tenho mais unhas …. roí tudo neste episódio, se a temporada tivesse focado bem mais no Brody e na CIA teríamos tido uma temporada bem melhor

  2. Camila Nere

    Simone, para mim em poucos episódios o Brody foi melhor que a Carrie na temporada toda.

Leave a Reply