2 Comentários em “Homeland: The Yoga Play (3×5)”

  1. Andréa Lima

    Lembra da Carrie: a estranha, nós temos Carrie: a ferrada. Não entendo como ela trabalha na CIA, ela sente empatia pelos outros, está sempre ajudando, definitivamente ser espiã não combina com a personalidade dela; porém acredito que a inteligência e a confiabilidade que ela transmite deve ser o fator determinante. Os dramas da família Brody não me incomodam, tenho até pena, pois eles estão sempre vivendo o luto. Ora pq pensam que o Brody morreu, ora pq o pai desapareceu sem deixar vestígio. E também pq os personagens principais da série, são muitos fortes, não sobra espaço para os outros. Não tenho filhos, mas acredito que uma mãe desesperada faz qq coisa, até procurar a amante do marido para conseguir ajuda para achar a filha.
    Simone, cadê o Brody???????

Leave a Reply